Skip to main content

ANVISA e a proibição da venda de suplementos

Brothers, final de ano e último período da faculdade matam nosso treino, depois de 12 dias sem treinar, voltei à labuta logo hoje. Enchi o iPhone de músicas bem rápidas e malhei pra kct. Amanhã vocês imaginam aquela dor pós treino mais gotosa!!!

Mas vamos conversar sobre o título deste artigo. Com a Consulta Pública 60/2008 a ANVISA pretende dar um novo norte à produção de suplementação alimentar no Brasil. Com isso a ANVISA pretende classificar “Suplemento Alimentar” apenas e exclusivamente para Atletas (que segundo este órgão, são pessoas que praticam exercícios físicos de alta intensidade com objetivo de rendimento esportivo ou competição).

Ou seja, de isotônicos (Gatorade) à shakes protéicos, a venda será super restrita.

Se vocês estiverem a fim de ter mais informações e assinar um manifesto contra essa consulta pública, visitem o site www.abenutri.org

Leandro

Leandro, designer de eventos. Escreve sobre todas as novidades e tendências que interessam. Tecnologia, novos gadgets, moda, cuidados para o corpo, carros e filmes. Tudo que envolva o universo masculino e seu comportamento. Fale com o autor deste post pelo Twitter: @garotao ou no Facebook.

3 comentários em “ANVISA e a proibição da venda de suplementos

  1. Você já procurou conversar com alguém da Anvisa a respeito? Minha irmã é nutricionista da Anvisa e disse que as fabricantes de suplementos estão fazendo um lobby pesado a respeito, como se o governo tivesse que deixar tudo solto e frouxo — qualquer país sério tem normatização a respeito. A consulta pública é para isso mesmo: para que as pessoas possam avaliar e opinar o que merece uma regulamentação mais restrita e o que pode ser vendido sem maiores controles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*