Qual a diferença entre um carboidrato bom e um ruim?

Eu sempre tenho essa dúvida sobre quais são carboidratos bons e quais são os ruins. A explicação mais direta que li foi essa: carboidratos bons são aqueles não foram processados, o grão inteiro, o mais próximo possível de seu estado natural. Carboidratos ruins são aqueles refinados, açúcares super processados geralmente acompanhados de gorduras. Exemplos de carboidratos bons: maça, cenoura, aveia, banana. E de ruins: tortas, biscoitos recheados, tudo que leve farinha refinada.

Os carboidratos bons são chamados assim pelo corpo demorar a digeri-los. É necessário mais tempo para processá-los. Então eles vão para o sangue mais lentamente, controlando melhor os níveis de glicose e mantendo de forma mais consistente os níveis de energia. Os carboidratos bons também possuem altas doses de fibras, vitaminas e minerais.

Já os carboidratos ruins lhe proporcionam altas doses de calorias sem adicionar nenhum valor nutritivo. Eles geralmente são porções grandes, proporcionando um sabor bom e não satisfazendo o apetite, esses são os motivos porque achamos tudo que seja processado, irresistível e não conseguimos comer um só.

Não vivemos sem carboidratos, mas é bem melhor focar nos bons carboidratos e deixar os ruins para uma vez ou outra. Dessa forma conseguimos equilibrar saúde com prazer.




Suplementação relacionada:
Bloqueador de carboidratos PHASE2 Body Size: para definição abdominal, de acordo com o fabricante.

Artigos relacionados:
Leia mais sobre bloqueadores de carboidratos, gorduras e emagrecimento (definição).


Fonte: That’s Fit.

LAAC

Leandro Augusto (LAAC), designer de eventos, editor-chefe do COISAS. Escreve sobre todas as novidades e tendências que interessam aos homens. Tecnologia, novos gadgets, moda, cuidados para o corpo, carros e filmes. Tudo que envolva o universo masculino e seu comportamento. Fale com o autor deste post pelo Twitter: @garotao ou no Facebook.

7 thoughts on “Qual a diferença entre um carboidrato bom e um ruim?

  1. Concordo plenamente com o Lex.
    Malho ha tres anos, sendo que ha 1 ano aboli a malto no pós treino da minha dieta.
    Não é necessario, e assim consegui uma defição e vascularização bem maior.
    Além do whey, como junto 2 bananas no pós treino.
    a banana tem índice glicêmico de 85, o que é relativamente alto.
    Vale a pena abandonar a malto e a dextrose.
  2. frutose, lactose, sacarose.. carbos de alto indice glicemico, gorduras ADL.. saldo positivo de kcals…
    o sódio tb é um grande vilão, não se pode passar de um total 5g diária,então, não ponha sal nos alimentos, pois quase todos jah possuim um tanto naturalmente.

    proiba intrissicamente tudo isso se kiser ter a musculatura abdominal bem visível, uma cintura sem nenhum pneu e definição e vascularização nos braços.

    Use carbohidratos bons provenientes de alimentos integrais, grãos, farelos. Verduras, alguns legumes são bons tipo a batata-doce.
    Gordura Omega 3e monoinssaturada (peixes e azeite EV)
    obs: cuidado com as gorduras boas, tem q ter um consumo bem moderado, pois mesmo sendo boas são bem calóricas, e qualquer calória q seja proveniente de qualker alimento mesmo sendo saudável é uma caloria.

    Faça exercícios intensos aeróbicos e anaeróbicos.
    Ao adquirir resistencia e por consequencia diminuição da intensidade, alterne as coisas, de novos estimulos, tenha atenção, se concentre não seja relaxado ou meia-boca nas coisas, ou vc será mei-boca tb pense…
    é preciso ser dedicado e buscar fazer do melhor jeito possível.

    Conseguir ser magro esbelto não é uma tarefa nada simples e rápida de se alcaçar para quem não tem metabolismo acelerado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>