Skip to main content

Netbooks no Brasil: um universo paralelo

netbookPost publicado pelo GizmodoBR desenha perfeitamente o panorama do mercado e do público utilizador dos netbooks no Brasil em relação ao resto do mundo.
No Brasil, pelo preço que se paga em um netbook, vocês podem comprar um note com configuração OK (internet, MSN, Orkut, editor de texto, planilhas e até algum retoque simples em fotos). No México o netbook é o primeiro PC de muita gente por ser barato e discreto (não chama atenção de ladrões). Já para os brasileiros ele é símbolo de status, justamente por ser caro. E os vendedores são treinados a orientar o consumidor que aquele deve ser seu segundo ou terceiro PC, não o primeiro.

A passagem mais legal do post é essa: (O netbook) É um estranho símbolo de status (no Brasil). Aliás, me parece que no Brasil, coisas baratas e vagabundas no resto do mundo viram símbolo de status por serem caras. Nos EUA, com preços baixíssimos, as lanchonetes do McDonald’s servem mendigos e uma galera sem muito dinheiro. Aqui, paga-se menos para comer uma refeição completa (com arroz, feijão e tal) do que um hamburguer semi-industrializado. Onde mais no mundo?

Para ler o artigo completo, clique aqui.

Leandro

Leandro, designer de eventos. Escreve sobre todas as novidades e tendências que interessam. Tecnologia, novos gadgets, moda, cuidados para o corpo, carros e filmes. Tudo que envolva o universo masculino e seu comportamento. Fale com o autor deste post pelo Twitter: @adamascado ou no Facebook.

4 comentários em “Netbooks no Brasil: um universo paralelo

  1. O tema é totalmente coerente com nossa realidade: a educação cultural do brasileiro é, salvo raras exceções, um conjuntos de paralelismos. Novas tecnologias, moda, e demais formas de status podem – e devem – ser questionadas; Parabéns pelo post, Lex. O artigo completo é ótimo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*