Skip to main content

Venda de creatina liberada novamente

Há 7 anos atrás a ANVISA proibiu a venda de creatina no país. Em abril do ano passado o órgão publicou uma resolução que libera a venda da creatina como medicamento tarjado e controlado por receita médica. Mas somente no dia 16 de março deste ano que a “tabela” de preços foi definida.

“No caso de medicamentos, a legislação determina que a ANVISA é responsável por regular o preço de mercado, estipulando os valores mínimo e máximo para o comércio. Essa regulação, chamada precificação, levou quase um ano para ser elaborada devido a ausência de parametros no mercado”, explica o gerente de marketing da Probiótica Laboratórios, Marcelo Bella.

Mas esse ainda não é o fim da discussão a respeito dessa molécula. No dia 26 aconteceu uma consulta pública para devolver o status de alimento para atletas à creatina.

Vamos aguardar para saber sobre os valores finais que a indústria praticará e como será o receituário e venda.

 

SOBRE A CREATINA
Naturalmente a creatina é encontrada principalmente carnes. Um grande suplemento para o auxílio de ganho de massa e como todo “aditivo” para ajudar a alcançar um objetivo, a super dosagem pode ter efeitos colaterais como sobrecarga nos rins e fígado.

Leandro

Leandro, designer de eventos. Escreve sobre todas as novidades e tendências que interessam. Tecnologia, novos gadgets, moda, cuidados para o corpo, carros e filmes. Tudo que envolva o universo masculino e seu comportamento. Fale com o autor deste post pelo Twitter: @adamascado ou no Facebook.

10 comentários em “Venda de creatina liberada novamente

  1. Bom… para mim nao faz diferenca pq eu tenho um contato e pego a creatina universal de 300g por 65. Pq estou com medo e de essas creatinas ficarem caras e o meu contato aumentar o preco, ai ferrou. Hehe

    mas se for por um preco justo e competitivo como esse ai que eu dei o exemplo, ai vale a pena.

    Mas brasil = coisa Cara.
    Veremos, veremos

    Abs

  2. A probiótica tem uma divisão farmaceutica que eles abriram justamente para vender creatina, o processo de precificação durou quase um ano, como diz a matéria, e agora eles vão começar a vender creatina em farmacias como medicamento. Acho que isso não mudará muito as coisas já que a Probiótica é o único laboratório nacional com uma divisão farma, portanto o único que consiguirá vender creatina legalmente. A creatina como suplemento alimentar continua proibida, logo o mercado negro continuará firme e forte!

    twitter.com/l_fernando

  3. Bom… para mim nao faz diferenca pq eu tenho um contato e pego a creatina universal de 300g por 65. Pq estou com medo e de essas creatinas ficarem caras e o meu contato aumentar o preco, ai ferrou. Hehe

    mas se for por um preco justo e competitivo como esse ai que eu dei o exemplo, ai vale a pena.

    Mas brasil = coisa Cara.
    Veremos, veremos

    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*